O Sarampo é uma doença infecciosa grave. Saiba mais como se prevenir. - Clínica Médica Popular Dr. Vale - Taubaté/SP
497
post-template-default,single,single-post,postid-497,single-format-standard,bridge-core-1.0.4,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,qode-theme-ver-18.0.8,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-5.7,vc_responsive

O Sarampo é uma doença infecciosa grave. Saiba mais como se prevenir.

O Sarampo é uma doença infecciosa grave. Saiba mais como se prevenir.

O Sarampo é uma doença infecciosa grave, causada pelo vírus Measles morbillivirus, podendo ser transmitida pelo ar, através da tosse, fala, espirro ou respiração próxima de outras pessoas.

Sintomas

  • Febre acompanhada de tosse;
  • Irritação nos olhos;
  • Nariz escorrendo ou entupido;
  • Mal-estar intenso;

Entre 3 a 5 dias, podem aparecer outros sinais e sintomas. Como manchas vermelhas no rosto e atrás das orelhas que, em seguida, se espalham pelo corpo.
Após o aparecimento das manchas, a febre persistente é um sinal de alerta e pode indicar um certo grau de gravidade, principalmente em crianças menores de 5 anos de idade.

Como prevenir?

O sarampo é uma doença que pode ser prevenida apenas por vacinação. Os critérios de indicação da vacina, são revisados periodicamente pelo Ministério da Saúde e levam em conta: características clínicas da doença, idade do paciente, ter contraído sarampo durante a vida, ocorrência de surtos, entre outros aspectos epidemiológicos.

  • Dose zero: Devido ao aumento de casos de sarampo em alguns estados, todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas (dose extra).
  • Primeira dose: Crianças que completarem 12 meses (1 ano).
  • Segunda dose: Aos 15 meses de idade, última dose por toda a vida.

Adultos devem se vacinar contra o sarampo?

  • Se você tem entre 1 e 29 anos e recebeu apenas uma dose, recomenda-se completar o esquema vacinal com a segunda dose da vacina;
  • Quem comprova as duas doses da vacina do sarampo, não precisa se vacinar novamente.

 Não tomou nenhuma dose, perdeu o cartão ou não se lembra?

  • De 1 a 29 anos – São necessárias duas doses;
  • De 30 a 49 anos – Apenas uma dose.

Grávidas podem tomar a vacina contra o sarampo?

A vacina é contraindicada durante a gestação, pois, nesse período, a imunidade da mulher tende a diminuir. E como, apesar de amenizado, a vacina seja aplicada com o vírus do sarampo vivo, a dose pode acabar trazendo complicações ou desenvolvendo o próprio vírus na paciente gestante.

É recomendado pelo Ministério da Saúde que a paciente que tenha planos de engravidar, tome todas as doses da vacina antes da gestação e mantenha toda a rotina prevista no Calendário Nacional de Vacinação atualizada, para proteger a si e o bebê.

Quais os tipos de vacina contra o Sarampo?

• Dupla viral – Protege do vírus do sarampo e da rubéola. Podendo ser utilizada para o bloqueio vacinal em situação de surto;

  • Tríplice viral – Protege do vírus do sarampo, caxumba e rubéola;
  • Tetra viral – Protege do vírus do sarampo, caxumba, rubéola e varicela (catapora).

 

Onde devo tomar a vacina?

As doses das vacinas são ofertadas em unidades públicas e privadas de vacinação.
No SUS, as vacinas são gratuitas, seguras e estão disponíveis em mais de 36 mil salas de vacinação nos postos de saúde de todo o Brasil.

 

Caso esse post tenha sido útil para sanar suas dúvidas sobre o tema, compartilhe-o com seus amigos e parentes! E ajude a prevenir o sarampo em sua região.

Sem Comentários

Deixe seu comentário